Pílula do Dia Seguinte: Efeitos na Menstruação

A pílula do Dia Seguinte é usada por mulheres que tiveram uma relação sem a devida proteção ou nenhuma forma contraceptiva prévia.

Facilmente encontrada nas farmácias, o medicamento é adquirido sem a prescrição médica e dificulta a gestação fora de hora ao ser consumido logo após o ato, mas não elimina a necessidade de solicitar a instrução de um médico e tampouco equivale a um anticoncepcional comum.

Entenda a ação da pílula do dia seguinte

Conforme a classe médica, a pílula do Dia Seguinte é chamada de remédio de emergência. Ou seja, este é um recurso somente acionado em último caso e o mínimo possível.

Na verdade, os médicos recomendam que a sua ingestão deva ser feita uma única vez a cada 365 dias, contando com uma eficácia menor que o anticoncepcional tradicional e com algumas alterações no seu período menstrual.

Basicamente, você pode não compreender mais tão claramente os sinais do organismo. No entanto, a potência do medicamente aumenta ao ser ingerido no menor tempo possível posterior a relação.

Vale destacar também que a mulher pode consumir a pílula do Dia Seguinte a qualquer momento e até ao longo do seu ciclo menstrual. Os especialistas aconselham a não tomá-la sozinha, mas sempre junto com algum líquido (nada alcoólico) ou uma refeição.

Quais os efeitos da pílula do dia seguinte na menstruação?

Depois da ingestão da pílula do Dia Seguinte, a mulher pode notar que a sua menstruação apresentou uma tonalidade bem mais escura do que tradicionalmente e até em intensidade mais elevada devido a grande quantidade hormonal presente na composição.

Infelizmente, a mulher também pode sofrer com alguns efeitos colaterais, por exemplo: exaustão, a ânsia e dores na cabeça.

É importante frisar que esse efeito pode durar por mais alguns dias com diarreia, sensibilidade nos seios, ligeiro sangramento e a vinda do ciclo antes do prazo habitual.

Todas essas são conseqüências da utilização do remédio e não se preocupe se o seu ciclo menstrual ficar fora de controle por 30 ou 60 dias.

Pílula do Dia Seguinte

Este período é necessário para que o seu corpo possa ajustar a quantia de hormônios no seu sangue.

A dica é que você preste atenção em todas essas mudanças corporais e escreva em um caderno ou em algum aplicativo de anotações no seu Smartphone.

Você pode estar se questionando o motivo de tanto trabalho, mas essas são informações que devem chegar ao seu médico na sua próxima visita.

Quando utilizar a pílula do dia seguinte?

Geralmente, o intuito da Pílula do Dia Seguinte é impedir uma gestação fora dos planos e nos seguintes casos:

Ato sexual sem camisinha ou com ruptura do item, eliminação do DIU, retirada do diafragma antes da hora, esquecimento de ingerir o anticoncepcional ou com quem que sofreu algum tipo de violência sexual.

Como citado anteriormente, a Pílula do Dia Seguinte não é uma alternativa recorrente, mas existem mulheres que se arriscam tomando quase todos os meses.

Evite isso e usufrua de outros métodos contraceptivos. Qualquer dúvida pode sempre ser retirada com o seu médico de confiança!

Pílula do Dia Seguinte: Efeitos na Menstruação
4.8 (96.36%) 22 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *